Efeitos da oração do Rosário

1. O Rosário é cristocêntrico
Embora seja uma das orações marianas mais populares, Pe. Phalen sublinha que a oração do Rosário é “cristocêntrica”, porque tem a ver com a vida de Jesus.
“Quando era criança, pensava que o Rosário era sobre a vida de Maria – contou o sacerdote –, mas aprendi ao longo do tempo que é uma coleção de mistérios que se concentram completamente na vida de Jesus” e ao rezá-lo “estamos conhecendo melhor Cristo”.

2. A sua origem está na Bíblia
Tanto as orações como os mistérios que formam o Rosário vêm de pequenas passagens e palavras da Bíblia. “As orações principais são o Pai Nosso, a Ave Maria e o Glória. Tudo isso está na Bíblia”, recordou o sacerdote.
“Os mistérios são acontecimentos centrais na vida de Jesus, no grande mistério da redenção”, explica e acrescenta que é uma contemplação da Escritura.

3. Une as famílias que rezam
Uma frase muito popular entre os católicos é “família que reza unida, permanece unida”. Foi pronunciada pelo Servo de Deus, Pe. Patrick Peyton, membro da Congregação da Santa Cruz e fundador do Rosário em Família e de Holy Cross Family Ministeries (Pastoral da Santa Cruz).
Como membro desta congregação, Pe. Phalen explica que segundo o lema de Pe. Peyton, quando a família se reúne em nome de Jesus e rezam juntos o rosário, torna-se mais forte.

4. Traz paz para o mundo
Outro lema de Pe. Peyton foi “um mundo em oração é um mundo em paz” e surgiu a partir da experiência deste Servo de Deus durante a Segunda Guerra Mundial.
Naquela época, “todo o mundo estava concentrado na oração pedindo pela paz e realmente conseguiram a paz com muitas pessoas rezando o Rosário. É possível ter paz no mundo se todos começarem a rezar”, disse Pe. Phalen.

5. É um sacramental
O Santo Rosário pertence ao grupo dos “sacramentais” que, de acordo com o Catecismo (1667), são “são sinais sagrados por meio dos quais, imitando de algum modo os sacramentos, se significam e se obtêm, pela oração da Igreja, efeitos principalmente de ordem espiritual”.
Por meio deles, explica o Catecismo, “dispõem-se os homens para a recepção do principal efeito dos sacramentos e são santificadas as várias circunstâncias da vida”.

6. Tranquiliza a pessoa que reza e diminui a pressão sanguínea
O Rosário ajuda a pessoa a se tranquilizar, o qual é muito importante na vida familiar.
“Os médicos dizem que a pressão alta diminui quando a pessoa reza o Rosário. É verdade, foi provado cientificamente. A pessoa se tranquiliza ao repetir as orações ‘Ave Maria’, enquanto estamos pensando nos acontecimentos da vida de Jesus e o que aconteceu na nossa vida”, acrescentou o religioso.
Na verdade, um estudo de 2001 publicado na Grã-Bretanha diz que rezar o Rosário é uma prática particularmente saudável para aqueles que sofrem de hipertensão arterial porque ajuda a estabilizar a frequência cardíaca.

7. Ao rezar viva os mistérios da fé
Pe. Phalen garante que é possível revisar e reviver a própria vida em cada dezena do Santo Rosário ao meditar os mistérios. O sacerdote propõe pensar nos momentos que se teve um “anúncio” importante na nossa vida de fé, a “visita” de alguém especial ou quando se espera o “nascimento” de um bebê.
O sacerdote encoraja a recordar essas experiências, especialmente quando se reza em família. “O que mais importa na nossa vida é a fé, a fé em Deus e como estamos diante de Deus. Queremos falar sobre isso e a melhor maneira de fazê-lo é rezando o Santo Rosário”, acrescentou.


Imprimir   Email

Comentários (0)

Não há comentários postados aqui ainda

Deixe seus comentários

  1. Postando comentário como convidado. Inscreva-se ou faça login em sua conta.
0 Personagens
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização
Este Layout não corresponde ao layout selecionado no perfil correspondente.